Este site foi desenvolvido de forma a oferecer o máximo de acessibilidade aos visitantes, seguindo as diretrizes, padrões e metodologias do W3C, do WCAG 2.0 e do e-MAG o modelo de acessibilidade do governo brasileiro.

Além das validações propostas pelos padrões citados, todo cuidado – desde a arquitetura da informação até as linhas de código – foi tomado para que a experiência dos visitantes fosse a melhor possível.

Caso encontre algum problema, ou tenha alguma sugestão de melhoria, entre em contato com a gente.